Mundo Sustentável

SHELL ANUNCIA R$3 BILHÕES DE INVESTIMENTOS EM ENERGIA LIMPA

Pinterest

A Petroleira Shell irá investir R$ 3 bilhões em projetos de energia solar, eólica e térmica.  A companhia projeta ampliar a comercialização de eletricidade a partir de fontes renováveis e anunciou o lançamento da marca Shell Energy, que vai atuar apenas no desenvolvimento de projetos de energia limpa.

Poço Azul – Achadinha, Ilha de São Miguel. Pinterest.

Guilherme Perdigão, diretor de Novas Energias da Shell Brasil e Shell Energy, diz que: “Há um aumento do consumo de energia elétrica no Brasil e perspectiva de avanço de 5% por ano. O Brasil é uma prioridade para a Shell. Dos R$ 3 bilhões de investimentos previstos até 2025, grande parte será em projetos solares e usinas termelétricas movidas a gás”. Segundo o executivo a empresa pretende participar do leilão emergencial que será feito pelo governo para contratação de energia através de termelétricas.

 

Shell e Gerdau investem em nova usina de energia solar

Pinterest

Brasilândia de Minas, em Minas Gerais, vai receber investimentos que resultam da parceria entre Shell e Gerdau em uma nova usina solar no município. A Usina Aquarii, como será chamada, terá capacidade instalada de 190 MW e fornecerá uma parte da energia sustentável para o mercado livre de energia, por meio da comercializadora de energia da Shell e outra parte para as unidades de Produção de aço da Gerdau, a partir do ano de 2024.

A joint venture de energia solar terá participação igualitária das duas empresas e compõe a estratégia de descarbonização e transição energética das companhias.

A Shell, através dos novos projetos, sinaliza que passará a oferecer mais serviços e produtos originados de energia renovável o que está completamente alinhado com as diretrizes da Gerdau, em busca de uma matriz energética limpa renovável.

Shell ambiciona tornar-se empresa neutra em emissões de carbono

Pinterest

A Shell, multinacional petrolífera anglo-holandesa, tem uma estratégia de transição energética para aliar suas operações às metas de ‘net zero’, emissões líquidas zero de carbono. A empresa vai direcionar uma parcela maior das despesas de capital para os negócios de crescimento, como energia renovável e transição, em vez de priorizar as áreas convencionais de exploração e produção.

O movimento em direção a fontes limpas e renováveis de energia por parte de uma petrolífera gigante aponta a direção a ser tomada. O futuro é imediato e essa iniciativa por parte das grandes companhias nos devolve a esperança de resgate e continuidade. Que assim seja!

Fonte: clickpetroleoegas.com.br

Comentar